domingo, 1 de junho de 2014

Depressão e Suicídio

Uma das principais causas do suicídio – senão a principal – são os transtornos mentais e dentre elas se destaca a depressão ou o transtorno depressivo. É ela que vamos abordar nesse tópico.


A depressão acomete, ao longo da vida, entre 10% a 25% das mulheres e 5 a 12% dos homens.Quanto mais precoce o tratamento, mais rápida a melhora e menor a chance de se tornar uma doença crônica. Boa parte responde bem aos antidepressivos . Se não for tratada, a depressão pode levar a idéias e tentativa de suicídio em 15% dos casos.


Como saber se estou deprimido?

Os seguintes sinais e sintomas que perdurarem por mais de um mês sugerem que você está deprimido:

Tristeza (sem motivo) ou irritabilidade;
Insônia ou sonolência excessiva (que na se devem a medicação);
Perda ou aumento do apetite ;
Perda do prazer em atividades rotineiras
Desesperança;
Perda do interesse sexual;
Sentir-se cansado, sem energia;
Senti-se inútil, culpado;
Pensamento freqüente de morte e suicídio, achando que a vida não vale mais a pena ou perdeu o sentido.

Procurar um psiquiatra é preciso. Iniciar um antidepressivo o mais rápido possível , além de ajuda de um psicólogo, se achar necessário. Não sentir-se envergonhado (a) de estar nessa condição humana.Saiba que você não é o(a) único(a). 

Não se isole, não esconda a sua condição e peça ajuda a amigos e familiares que você acredita que possa entender a sua condição atual que é passageira se você tratar adequadamente.

Negligenciar e achar que “vai dar conta sozinho(a)” pode ser muito perigoso. Peça ajuda.Para isso existem profissionais especializados.



Nenhum comentário:

Postar um comentário